quinta-feira, Julho 31, 2008

a história do carimbó em Marapanim



vila de Maranhãozinho onde tudo começou...

Carimbó – palavra de origem africana, inspirada no curimbó – um tipo de tambor feito de uma tora de pau oco, recoberta em uma das suas extremidades por couro de animal qualquer.

Curimbó, carimbó ou corimbó – células rítmicas extraídas dos tons do tambor de carimbó.



........
Carimbó tem o som contagiante, seu dançar é um folguedo, que se caracterizam os primeiros grupos a dançar carimbó, como dança circular de pares soltos. Com varias manifestações nos sítios e fazendas, como dança do bangüê, dança do gambá, dança do bagre, ginga de capoeira e outros. No município de Marapanim não foi diferente a manifestação da dança do carimbó. Segundo a comunidade esta manifestação aconteceu no núcleo habitacional demonimado: - posse ou sitio Santo Antonio, hoje vila de Maranhão (Maranhãozinho) localizada as margens do rio Paramaú, afluente do rio Marapanim.

........Com a chegada dos negros ex-escravos como Calandrino Alves de Almeida, sua esposa Gratulina Alves e seus filhos, juntamente com vários maranhenses e outros. Associaram a viola, a flauta, o milheiro, o tambor curimbó, maracá, tambor onça, reco-reco, xereré, e poesia musicada (cantiga) e outros tipo de instrumentos. E após os mutirões de roçados, capinas e plantações, esta manifestação acontecia tanto na casa do forno como no tijupá. Era o tradicional carimbó da roça, quando se saboreava a manicuera, gengibirra, mingual e outras iguarias da região.




........Com o decorrer do tempo esta manifestação também passou a fazer parte da festa profano de são Benedito, organizada pela igreja católica local. De acordo com os documentos oficiais extraídos pela diretoria de são João Batista de Maranhão, ligada a igreja católica, em 1895 se constituiu duas diretorias: a de são João Batista, organizava o boi-bumbá, todos os anos no mês de Junho. E a diretoria de são Benedito, organizava a festa do carimbó, isto no mês de Dezembro. Essa festa era dançada por muitos com paletó e o lenço no pescoço por parte dos cavalheiros no barracão iluminado por lamparina feita de bambu. Com isso o carimbó passou a ser uma festa de temporada. Onde muitas pessoas iam a Maranhão para prestigia - lá. Essa festa durava 15 dias, uma verdadeira festividade, onde se fazia donativos, ladainhas, folias, novenas, levantamento e derrubação de mastro votivo a são Benedito, com uma variedade de comidas titpicas da região. Entre inúmeras pessoas que ali chegavam, o destaque maior foi para o senhor Manoel Pereira da Silva(Manoel Espetor), que sempre ia da cidade de Marapanim, na sua canoa grande Renascença, para vender produtos entre outras iguarias. Foi o primeiro a levar de Maranhãozinho para se apresentar na sua casa de moradia na cidade de Marapanim.
.......O senhor Manoel da silva (mímico), filho nato de Maranhãozinho , presidente da diretoria de são Benedito onde com seus lúcidos 96 anos de idade, afirma quando o senhor Manoel Espetor, saiu do trapiche de Maranhãozinho com os carimbozeiros (músicos de carimbó) em sua canoa de nome Vaidosa, foi registrado em ata, visto que esta decisão foi concordada em uma reunião entre o poço de Maranhãozinho e Manoel Espetor cidadão querido naquela terra onde de fato e de direito é o verdadeiro berço do carimbo em todo o rincão marapaniense.

Fragmento do texto de Carlos Canuto Vieira - de Marapanim 08.11.2006
Desenhos : Madlene




16 comentários:

Odimara Naiff disse...

Realmente o carimbó surgiu no povoado de Santo Antônio, hoje Maranhãozinho. Lembro quando criança de todas estas festividades. Meu Pai Osmundo (Dimorzinho)era o grande músico. Tocava o clarineta, Eretiano (in memorian)com sua viola, que viola! Darico (in memorian) Chaguinha (in memorian)e outros mais. Até hoje tenho em mente algumas das músicas que eles criavam e apresentavam para alegrar os moradores, com suas artes durante os quinze dias de festas Eram uns verdadeiros artistas. Essa festa até hoje ainda é comemorada com a derrubada do mastro. Já não é na mesma proporção. Pois muitas coisas mudaram.
Meu Pai já está hoje com 82 anos e não pode mais tocar o clarineta, mas afirmo que o instrumento ainda existe. Portanto; manifesto neste espaço o quanto me magoa quando alguém fala que o carimbó surgiu em Marapanim. Simplesmente deu-se um prosseguimento....

Anónimo disse...

Realmente o carimbó surgiu no povoado de Santo Antônio, hoje Maranhãozinho. Lembro quando criança de todas estas festividades. Meu Pai Osmundo (Dimorzinho)era o grande músico. Tocava o clarineta, Eretiano (in memorian)com sua viola, que viola! Darico (in memorian) Chaguinha (in memorian)e outros mais. Até hoje tenho em mente algumas das músicas que eles criavam e apresentavam para alegrar os moradores, com suas artes durante os quinze dias de festas Eram uns verdadeiros artistas. Essa festa até hoje ainda é comemorada com a derrubada do mastro. Já não é na mesma proporção. Pois muitas coisas mudaram.
Meu Pai já está hoje com 82 anos e não pode mais tocar o clarineta, mas afirmo que o instrumento ainda existe. Portanto; manifesto neste espaço o quanto me magoa quando alguém fala que o carimbó surgiu em Marapanim. Simplesmente deu-se um prosseguimento....

manoel pinto(maneco) disse...

Falar de carimbó e falar de nossas raizes, marapanienses ou melhor de maranhãozinho, lugar de meus pais, e inesquacivel para mim fica na minha memoria os curimbós que na realidade e esse o nome correto, seu dimorzinho tocando a clarineta,meu sogro raimundo (bomba),eretiano,rozico(blá)tio milto e muitos outros amigos e parentes o carimbo nunca vai ser esquecidos, fica no meu no nosso coração a raiz do caboclo que somos com muito orgunho.

manoel pinto(maneco) disse...

Falar de carimbó e falar de nossas raizes, marapanienses ou melhor de maranhãozinho, lugar de meus pais, e inesquacivel para mim fica na minha memoria os curimbós que na realidade e esse o nome correto, seu dimorzinho tocando a clarineta,meu sogro raimundo (bomba),eretiano,rozico(blá)tio milto e muitos outros amigos e parentes o carimbo nunca vai ser esquecidos, fica no meu no nosso coração a raiz do caboclo que somos com muito orgunho.

Marapabela disse...

Eta carimbó porreta.
Candinha, Bidó, João da ira, chaguinha.
tuc tuc no meu peito
ah quanta emoção
é saudade do batuque
quew vem lá do meu torrão.

Marapabela disse...

EWu nasci em Maranhãozinho
terra de minha avó
vou lá pelo Natal
pra cantar o carimbó.
Maranhão é minha terra,
berço que Deus me deu.
Fica em Marapanim.
Onde o poeta nasceu.

Marapabela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marapabela disse...

PARAMARIMBÓ
Dias 24, 25, 26, e 27 em Maranhãozinho.
Núcleo irradiador de cultura popular; Carimbó e Boi bumbá (Sempre na Fama).

bom de carimbó disse...

Olá. Sou Lucio Sarmento
Gostei muito de MARAPABELA, ressaltar sobre o carimbó de Maranhãozinho,pois cresci, participando dos festejos do carimbó.Lembro_me do conjunto "os Pindoramaa",que assim como o carimbó nasceu em Maranhãozinho, também lá que foi organizado o primeiro conjunto composto por"caboco neves","dico bulão",
"chaguinha","mandico","dimorzinho",João do Loca","ritico","janguinho".Esse conjunto foi representar Marapanim na 1ª Feira Agropecuário de Castanhal.
Ah, ia me esquecendo de falar para a dona Odmara Naiff que o Eretiano ainda está vivo.(não é pra fazer In mamoria dele).

Marapabela disse...

Saudade do carimbó dançado no barracão
surgido em santo Antonio, hoje
Maranhão.
No rincão Marapanim, foi lá onde começou.
A festa de temporada com lamparína de bambu.
Ai que saudade deste carimbó marcante.
Um folguedo lindo de um som contagiante

Zacarias Martins disse...

Eu também já andei muito por essas paragens. Quanta saudadade daqueles tempos bons e que não voltam mais...
(www.zacamartins.wordpress.com)

thiago disse...

Na verdade não se sabe onde começou o carimbó.memso porque se formos analisar a história dos escravos a primeira região a recebe-los foi a do Marajó..então necessariamente o carimbó vem de lá. No entanto onde o carimbó se deu com maior volupia foi na area do salgado e na região bragantina.....

CINE VÍDEO PRODUÇÕES disse...

É verdade, mas se tiver um lugar onde o carimbó deva ter nascido seria no municipio de Vigia, pois é o municipio mais velho, e provavelmente o primeiro carimbó foi tocado por lá, e sendo expandido para o Marajó e depois Marapanim e outros.
E analizando melhor o carimbó já estava aqui antes de tudo e de todos, estava com os índios e foi aperfeiçoado com a cultura dos negros.SALVE O CARIMBÓ,SALVE A CULTURA PARAENSE.

Marcos Pinheiro disse...

Pra mim é triste falar dessas manifestações e perceber que elas ficaram no passado, lembro de minha avó(Lucimar Pinheiro)contando estórias sobre as festas que aconteciam em sua residência onde os cavalheiros só entravam de paletó, as festas duravam o dia todo sempre muito animada, com o ritmo contagiante do carimbó regada a muita cachaça(produzida na região).Hoje não se tem mais, quando se fala em marapanim se fala na idade do carimbó, quando se chega à cidade não tem uma manifestação cultural.

Anónimo disse...

Segundo Pedro Roberto Alves ,hoje com 95 anos ,viu tocar o primeiro instrumento de sopro no carimbó no seu Barracoa [Seu Laurico] in memoria . Mestre Lucindo na época era cantador de carimbó.
Isso significa a origem do Carimbó se deu na vila de Maranhãozinho -Marapanim.

Anónimo disse...

Tds nos sabemos q o carimbó e a nossa cultura