quinta-feira, maio 10, 2012

Oficina de Banjo em Marapanim

Essa oficina ministrada por Mestre Garanhão (Erediano Neves) em Marapanim.


Esse relatório é uma síntese dos trabalhos desenvolvidos no II módulo de execução de banjo, ocorrido nos dias 22/04/2008 à 26/04/2008 das 14h às 18h no Barracão Paroquial São José na cidade de Marapanim, promovida pelo do IAP – Instituto de Artes do Pará que faz parte do projeto “Tocando a memória do banjo”.
Ministradas pelo Mestre Erediano Neves (Garanhão) e Luizinho Lins
As atividades e as técnicas de execução de banjo repassadas no II modulo, tiveram como base a experiência do mestre Garanhão, como é conhecido em Marapanim, o senhor Erediano Neves. Através de suas lembranças do seu aprendizado e suas descobertas no seu processo de musicalização. Mostrou passo a passo como aprendeu a tocar o banjo, ensinando os alunos da mesma maneira, de forma oral e prática. Mestre Garanhão, até então, tivera apenas um aluno de banjo, que foi seu filho, que hoje é muito conhecido na localidade por tocar banjo, maracás e o curimbó com os pés ao mesmo tempo.
Ele mostrou nos seus relatos como o banjo tem importância significativa nas folias, cordões e nos grupos de carimbó alem dos antigos grupos de “Jazzes”, nesse último, onde aprimorou sua técnica.
Os ritmos que o mestre Erediano construiu na sua historia musical dentro desses grupos e cordões, foram à base que utilizou para mostrar um pouco dos sotaques e especificidades que cada um deles contém; a valsa, o boi, as folias.
Contando em paralelo, relatos de momentos que ele viveu, quando era aprendiz e quando já tocava em grupos.
Durante as atividades houve encontro com outro grande mestre de carimbó o filho de Tito Vieira um dos mestres mais conhecidos e respeitados por todos os mestres de carimbó. Um dos primeiros a tocar viola nos grupos de carimbó. E onde criavam “desafios” entre os músicos e neles Tito Vieira se destacava.
Aqui o Vídeo com Mestre Garanhão, Mestre Sarara, Mestre Jabá, eu e os alunos da oficina.


video



Sem comentários: